Reginaldo de Campinas

Reginaldo de Campinas

Reginaldo de Campinas

Reginaldo de Campinas

Reginaldo de Campinas
Reginaldo de Campinas

Reginaldo de Campinas

Reginaldo de Campinas

Reginaldo de Campinas

Reginaldo de Campinas

Reginaldo de Campinas
Reginaldo de Campinas

Fusca 1302-S

R$ N√£o est√° √† venda!

Informa√ß√Ķes do ve√≠culo

Cidade: S√£o Paulo SP

Portas: Nenhuma Seleção

Combustível: Nenhuma Seleção

C√Ęmbio: Nenhuma Sele√ß√£o

Cor: Nenhuma Seleção

INDISPON√ćVEL

Confira todas as fotos do veículo

Raridade Ar Condicionado

 

No inicio dos anos 70, a VW come√ßou a sentir o peso da depend√™ncia de um √ļnico modelo e de um grande mercado (US) de exporta√ß√£o. Wolfsburg dependia quase que totalmente do Beetle e da sua linha exclusivamente refrigerada a ar.

A concorr√™ncia dos japoneses s√≥ fazia aumentar e a legisla√ß√£o de seguran√ßa a emiss√Ķes nos Estados Unidos, capitaneada pela Calif√≥rnia, aumentava a preocupa√ß√£o dos fabricantes sobre o tema.

Já em meados de 1973, a VW acelerou o desenvolvimento da sua linha refrigerada a água, baseada na tecnologia das subsidiarias recém adquiridas como a NSU (que fracassou com seu modelo de motor rotativo) e a Audi. Desse projetos, nasceriam o Passat de primeira geração, o Polo, o Scirocco (um cupê Golf esportivo) e finalmente o próprio Golf, que salvaria a VW da quase insolvência.

No entanto, no intervalo entre 1970 e 1974, algo precisava ser feito.

E foi daí que nasceu a família 1302 e 1303.

Em termos de mercado, foi um grande fracasso: caro de construir e n√£o sanava os problemas cr√īnicos de um projeto da d√©cada de 30.

Ambos já tinham a carroceria com vidros maiores (coisa q o nosso VW nunca teve. A carroceria com suspensão dianteira por barras de torção já tinha na Alemanha desde 1968 maior área envidraçada) e acrescentaram a frente mais bojuda com estepe deitado e suspensão McPherson, muito mais eficiente e que possibilitava menor raio de rolagem e melhor handling. A suspensão traseira por homocinetica também é diferente, parecida com a dos primeiros 911 e das Kombis mais modernas.

O 1302 veio primeiro e durou de 1971 a 1973. A vers√£o¬†1303¬†teve tamb√©m vida curta, de 1973 a 1975 e se diferenciava pelo p√°ra-brisa panor√Ęmico curvo e painel mais moderno, prevendo a ado√ß√£o de airbags que nunca vieram.

Ambas s√£o rar√≠ssimas no Brasil (e mesmo no mundo) sendo que a vers√£o¬†1303¬†sobreviveria em sua forma convers√≠vel, fabricada pela Karman, ate o final de 1980. As vers√Ķes com barra de tor√ß√£o n√£o foram descontinuadas e continuaram sendo fabricadas em Emden na Alemanha ate 1978 quando seu maquin√°rio foi transferido pro M√©xico que produziria a vers√£o mais moderna ate 2003 (e exportada pra Europa ate 1985).

Esse 1302 √© a vers√£o S, mais esportiva, e esta com rodas originais (que tamb√©m vinham nas vers√Ķes VW do Porsche 914/4) e esta equipada com teto de chapa original, semelhante ao que equipou o ‚Äúcornowagen‚ÄĚ na linha 1966, aqui no Brasil.

Os tecidos dos bancos foram trazidos da Alemanha e equipavam os Porsches na primeira metade da década de 70 e são bastante parecidos com o tecido que equipou a Serie Prata 1979/80 brasileira.

O motor esta ligeiramente mais forte, com dois carburadores Weber 44 para um motor de 1900cc. O ar condicionado é kit mexicano.

Hoje ela faz companhia a outro 1303S, esse todo original, na cor Orange Pumpkin.